sábado, 24 de maio de 2014

Performance leva versão "a rigor" do frevo ao Dona Lindu

Espetáculo Nos quatro cantos será apresentado em ensaio aberto, entre às 16h e 17h, em Boa Viagem

Vinícius de Brito

Passista do "Nos quatro cantos" usando o traje tradicional. Foto: Wilson Aguiar

O Frevo nasceu em preto e branco, imitando a beca dos homens da sociedade. Quem diria: o colorido que hoje é próprio ao ritmo se deve, diretamente, à emancipação feminina - no Carnaval, a partir dos blocos líricos. Ousado, mas inspirado por essa tradição "a rigor" é o espetáculo Nos quatro cantos, cujo ensaio aberto ao público ocorre neste domingo (25), das 16h às 17h, no Parque Dona Lindu, na Zona Sul.

A artista Maria Flor, que se veste de terno para frevar, lembra: "o espetáculo traz uma proposta distinta porque é mais comum encarar os passistas numa linha colorida". "A roupa do frevo vem do início do século 20, quando todas as pessoas andavam de paletó", diz o professor do Departamento de História da Universidade federal de Pernambuco (UFPE) Severino "Biu" vicente. O historiador diz que as cores da bandeira de Pernambuco só tingiram as vestes dos passistas de frevo nos anos 1950, com a ressignificação feita pelo manauara Nascimento do Passo.

Além dos trajes incomuns, Nos quatro cantos mescla as idades dos passistas - as quais variam de 23 a 55 anos - e, inclusive, traz uma proposta musical inovadora, que vai do pandeiro ao trompete, passando pelo saxofone e pela flauta.

Sobre as apresentações, Maria Flor faz questão de dizer que vão ser públicas: "nosso incentivo de ensaiar são as pessoas." A ideia do projeto nascido nas encruzilhadas de Olinda é levar o espetáculo a quatro pontos dentro e fora do País.

Serviço
Nos quatro cantos
Quando: Neste domingo, 25 de maio, das 16h às 17h
Onde: Parque Dona Lindu (Avenida Boa Viagem, s/n, Boa Viagem)
Quanto: Entrada gratuita

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/viver/2014/05/24/internas_viver,505790/performance-leva-versao-a-rigor-do-frevo-ao-dona-lindu.shtml