segunda-feira, 25 de julho de 2016

Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, está abandonado à própria sorte

DESCASO

Apesar de novo, o complexo de lazer, localizado na beira-mar da área nobre da cidade, acumula problemas.



Dos seis balanços de uma das pracinhas, apenas dois funcionam.
Foto: Fernando da Hora/ JC ImagemAMANDA RAINHERI


Quando, em 2008, Oscar Niemeyer foi escolhido pelo então prefeito do Recife, João Paulo, como idealizador do Parque Dona Lindu, uma condição foi imposta pelo arquiteto para a assinatura do projeto: a de que o parque nunca ficasse abandonado. Se o ilustre arquiteto brasileiro pudesse ver sua obra cinco anos após sua inauguração, em 2011, ficaria decepcionado.

Apesar de novo, o complexo de lazer, na beira-mar de Boa Viagem, Zona Sul da capital, acumula problemas. O JC esteve no local em fevereiro e, durante esse período de cinco meses, nada mudou.

Não é preciso percorrer todo o espaço de 33 mil metros quadrados para notar a falta de manutenção. Na entrada próxima ao estacionamento, não é possível ler nem mesmo o nome Dona Lindu, pois faltam letras na placa de identificação. Dos seis balanços de uma das pracinhas, apenas dois funcionam. Pichações, tinta descascada e banheiros em condições ruins são algumas das reclamações de quem utiliza o equipamento. A grade da quadra poliesportiva está cheia de buracos. Uma rede foi colocada para resolver o problema, mas até mesmo ela já está danificada.

Os equipamentos culturais também sofrem com a falta de manutenção. Em novembro de 2015, o ar-condicionado da Galeria Janete Costa quebrou e, desde então, não foi consertado. O Teatro Luiz Mendonça também precisa de reparos no sistema de arrefecimento. Em fevereiro, a Secretaria Municipal de Cultura informou que o serviço seria feito nos meses de março e abril, mas os problemas persistem.

Segundo funcionários, o número de visitas à galeria diminuiu por causa do calor. “A falta do ar-condicionado não inviabilizou as visitas, mas afetou a permanência das pessoas aqui dentro. Já perdemos exposições e algumas escolas deixaram de vir pra cá”, conta Vanessa Marinho, coordenadora da Janete Costa.

Se o estado de conservação preocupa, a falta de segurança assusta a população. Apenas dois guardas municipais ficam em um posto na entrada do parque. Dentro, nenhuma fiscalização. Enquanto a ambulante Erika Soares, 29, conversava com a reportagem, foi abordada por um rapaz pedindo dinheiro. “Não me sinto segura. Esse homem poderia ter levado minhas coisas e ninguém teria feito nada, porque não tem policiamento.”

A Guarda Municipal do Recife informou que possui efetivo de quatro profissionais por turno no local, 24 horas por dia. Três câmeras de videomonitoramento também auxiliariam o trabalho.

A Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) afirmou que a recuperação dos brinquedos e dos equipamentos do Dona Lindu já está programada e será concluída até outubro.


Fonte: http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/geral/noticia/2016/07/23/parque-dona-lindu-em-boa-viagem-esta-abandonado-a-propria-sorte-245706.php

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Programa oferece assessoria esportiva gratuita no Recife

Divulgação

Os treinos já começam em agosto

Programa vai atuar na Beira Rio, Jaqueira, UFPE, Casa Caiada (Olinda), Av. Boa Viagem e Parque Dona Lindu.Quem tem interesse em sair do sedentarismo pode se inscrever no programa Hapvida +1K. Projeto de assessoria esportiva gratuita vai treinar os participantes a começarem do zero e até chegarem aos 5km de corrida. São 2.400 vagas para iniciantes e intermediários e 20 para cadeirantes, distribuídas em seis pontos de apoio na Região Metropolitana do Recife. As inscrições podem ser feitas por meio do site www.hapvida.com.br/mais1k. Os treinos já começam em agosto.

O programa vai atuar na Beira Rio, Jaqueira, UFPE, Casa Caiada (Olinda), Av. Boa Viagem e Parque Dona Lindu. Os cadeirantes poderão se exercitar nos polos Beira Rio, UFPE e Boa Viagem. Os praticantes terão acompanhamento gratuito de profissionais de educação física para garantir melhor segurança na prática dos exercícios. Cada polo contará com um professor e dois estagiários.

Segundo Jailton Santos, coordenador geral do programa em Recife, cada pessoa, sendo iniciante, intermediário ou até mesmo avançado, terá uma planilha de treinos. A meta é que, em três meses, elas estejam correndo 5 km, para começarem a participar de corridas de rua. Os treinos ocorrerão às segundas e quartas (das 6h às 7h ou 19h às 20h) e às terças e quintas (de 6h às 7h ou 19h às 20h). Regulamento em www.hapvida.com.br/mais1k/regulamento.

Locais

Polo Beira Rio: Av. Beira Rio, 887 - Torre, Recife/PE, 50610-100
Polo Jaqueira: Rua do Futuro, 959 - Graças, Recife/PE, 52050-010
Polo UFPE: Av. Professor Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife/PE, 50670-901
Polo Olinda: AV Ministro Marcos Freire, 1861 - Casa Caiada, Olinda/PE 53040-000
Polo Boa Viagem: Av. Boa Viagem, 1590 – Recife/PE, 51111-270
Polo Dona Lindu: Av. Boa Viagem, s/n – Recife/PE, 51030-010

Fonte: http://www.folhape.com.br/cotidiano/2016/7/programa-oferece-assessoria-esportiva-gratuita-no-recife-0243.html

terça-feira, 5 de julho de 2016

Primeira escola de Teatro Musical do Grande Recife realiza show no Teatro Luiz Mendonça

Alunos da Lalu Academia de Artes se apresentam nesta terça-feira (5) com clássicos da Broadway e Hollywood

Publicado em 05/07/2016, às 10h55
Alunos da Lalu Academia de Artes, em Olinda, apresentam show de Teatro Musical nesta terça-feira (5), no Teatro Luiz Mendonça, em Boa Viagem. / Foto: Divulgação
Alunos do Lalu Academia de Artes, em Olinda, apresentam show de Teatro Musical nesta terça-feira (5), no Teatro Luiz Mendonça, em Boa viagem. Foto: Divulgação.



O clima é de expectativa na primeira turma regular de Teatro Musical e integrantes do curso de férias da Lalu Academia de Artes, localizada em Jardim Atlântico, em Olinda. Nesta terça-feira (5), os alunos encerram seus ciclos de aprendizagem mostrando o show Lalu Live, no Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem.

A apresentação final dos alunos -  crianças, jovens e adultos - da primeira escola de Teatro Musical do Grande Recife consistem em 18 números de clássicos do gênero, tais como: Priscilla - A Rainha do Deserto, Chicago, Rent, Mary Poppins, Os Miseráveis, O Rei Leão, Wicked, High School Musical e Glee.

Ao longo do curso regular e de férias, os jovens artistas foram treinados pelos profissionais Daniel Kostás (canto e dança - com passagem pelo espetáculo O Rei Leão, da Alemanha), Aberto Venceslau (coreografia - fez parte do Grupo Corp, de Belo Horizonte, maior companhia de dança do país), Sueudo Fernandes ( regente, licenciado me música pela UFPE) e o norte-americano Jared Warren, que trabalha na Disney, sede da California.
Com ingressos esgotados para a sessão das 20h, o show Lalu Live ainda em entradas à venda no local para sessão extra das 18h. Mais informações no telefone: 98288-2020

Fonte: http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cultura/artes-cenicas/noticia/2016/07/05/primeira-escola-de-teatro-musical-do-grande-recife-realiza-show-no-teatro-luiz-mendonca-243020.php