domingo, 29 de março de 2015

Projeto "Do Frevo ao Jazz" promove encontro entre Wynton Marsalis e SpokFrevo Orquestra


No dia 1º de abril de 2015, o Recife recebe no Parque Dona Lindu o projeto "Do Frevo ao Jazz". Em apresentação aberta ao público, o trompetista, ícone do jazz e vencedor de nove Grammy, sai do eixo Rio-São Paulo e fecha sua passagem pelo Brasil na terra do frevo. Acompanhado de sua prestigiada banda do Jazz At Lincoln Center Orchestra, de Nova York, Marsalis passa pela cidade para conhecer e estreitar o intercâmbio com o gênero brasileiro e genuinamente pernambucano. Eles dividem o palco com a SpoKFrevo Orquestra e ao lado da big band pernambucana também participam de um bate-papo no Paço do Frevo. "Do Frevo ao Jazz" é realizado pela Jaraguá Produções com patrocínio da Prefeitura do Recife, incentivo do Funcultura e apoio do Consulado Americano no Recife, Paço do Frevo e do restaurante Mingus..

Desde 2010, o frevo faz visitas recorrentes ao berço do jazz norte-americano com apresentações em importantes salas de concerto dos EUA. Agora é a vez do jazz fazer uma imersão no autêntico gênero pernambucano. O feito, inédito para a história do frevo, começa no próximo 31 de março, data em que o ícone do jazz, Wynton Marsalis, irá desembarcar no Recife acompanhado da Jazz At Lincoln Center Orchestra (JLCO), famosa por fazer parte de um programa criado nos anos 1980 no Lincoln Center, de Nova York, e responsável por renovar o estilo junto às novas plateias.

A vinda de Marsalis à capital pernambucana está sendo possível por conta da recente repercussão internacional da SpokFrevo Orquestra, que conquistou influentes programadores nos EUA e ganhou uma página de crítica positiva no The New York Times. Ás do trompete e vencedor de nove prêmios Grammy, Wynton conheceu a SFO durante o festival de jazz em Marciac, no sudoeste da França, em 2010. Sentado na primeira fila, ao lado de outro gênio da música, Chick Corea, Marsalis se surpreendeu com aquele formato de big band pernambucana, que tocava uma música de frases ágeis e curtas.

"Quando Marsalis ouviu o frevo pela primeira vez, em Marciac, ele ficou surpreso com a sonoridade e no camarim me perguntou o que era aquilo. Respondi que era uma música de Recife. E ele perguntou, o que é Recife? Respondi que era capital de Pernambuco. E ele perguntou, o que é Pernambuco? Quando comecei a contar que era um gênero musical nascido na rua, de origem popular e que trazia enormes semelhanças ao jazz no seu surgimento,ele se interessou imediatamente e disse que adoraria conhecer esse tal estado chamado Pernambuco, que jamais ouvira falar. Então esta será uma oportunidade única para um verdadeiro intercâmbio cultural", explica Inaldo Cavalcante de Albuquerque, o Maestro Spok, fundador, diretor musical, arranjador e saxofonista da SpokFrevo.

No Recife, Marsalis e a JLCO não irão apenas cumprir a última etapa da sua turnê pela América Latina e Caribe, que passará por Porto Rico, Ilhas Virgens, México, Venezuela, Peru, Chile, Uruguai e Argentina, além de outras cidades do Brasil como São Paulo e Rio de Janeiro. A visita, aqui, também englobará um importante ciclo de atividades e de intercâmbio cultural.

"Do Frevo ao Jazz"”" é um projeto que vem sendo amadurecido ao longo dos últimos três anos e consiste na produção de um evento que compreende intercâmbio musical, com visitas a grupos e berços do frevo, apresentações em palco, todos abertos ao público, além do registro de um documentário assinado em co-produção pela Ateliê Produtora e Jaraguá Produções, do Recife.

As filmagens do documentário “Do Frevo ao Jazz” começaram no segundo semestre de 2014, durante a turnê da SpokFrevo por sete cidades nos Estados Unidos, onde os músicos pernambucanos tiveram a oportunidade de entrar pela porta da frente das principais casas de concerto do maior mercado da música mundial, entre elas o Berklee Performance Center, em Boston, e o The Appel Room, em Nova York.

Nos quatro shows em Nova York, a SpokFrevo trabalhou com músicos de diversas origens e formações musicais. Tocou com Wycliffe Gordon, grande trombonista do jazz norte-americano, assim como com Melissa Aldana, saxofonista chilena, vencedora do prêmio Thelonious Monk. Também dividiu palco com Natalie Cressman, jovem trombonista de jazz. Além disso, a SFO ensaiou na sala ao lado de Wynton Marsalis e da Jazz at Lincoln Center Orchestra, e, logo depois, foi convidada para assistir ao ensaio deles.

Fechando o ciclo de intercâmbio do frevo e o jazz, Wynton Marsalis e a Jazz at Lincoln Center Orchestra participam de um bate papo no Paço do Frevo, no Bairro do Recife, dia 1º de abril, às 15h, e logo, depois, nesse mesmo dia, às 18h30, emendam com um show no Parque Dona Lindu, na Zona Sul do Recife. Toda a visita será novamente registrada em vídeo para o documentário “Do Frevo ao Jazz”, que deve ser lançado até o final de 2015.
Marsalis

MARSALIS

Músico e compositor internacionalmente aclamado, Wynton Marsalis é diretor musical, educador e um dos principais defensores da cultura americana. Trata-se do primeiro artista de jazz do mundo a executar e compor todo o espectro de jazz, desde suas raízes de New Orleans ao be-bop moderno. É vencedor de 9 prêmios Grammy, além do Pulitzer para Música, horaria somente concedida postumamente a John Coltrane, Thelonious Monk e Duke Ellington. Nascido em New Orleans em 18 de outubro de 1961, compõe tanto para big bands, quanto para quartetos.

SPOKFREVO
SPOKFREVO

A SpokFrevo Orquestra bebe no frevo, música vibrante, de arranjos elaborados e raízes firmes. Leva a tradição para o palco, mas não abre mão da liberdade. Inspira-se no legado jazzístico fundamental, o improviso. Surgiu no Recife, em 2003, de experiências que remontam ao fim da década de noventa, sob a batuta de Inaldo Cavalcante de Albuquerque, o maestro Spok, que acumula as funções de saxofonista, arranjador e diretor musical. Spok atua à frente dos 17 músicos que compõem o grupo, uma big band de fato, com seus naipes de saxofones, trombones, trompetes, além de guitarra, contrabaixo, bateria e percussão.

Fonte: http://www.dofrevoaojazz.com.br/sobre

Violinista norte-americana faz show com Orquestra Criança Cidadã

Concerto gratuito será domingo, no Teatro Luiz Mendonça, em Boa Viagem.
Programação celebra 200 anos do Consulado dos EUA no Recife.


Do G1 PE
Francesca Anderegg se apresenta com a
Orquestra Criança Cidadã, no próximo domingo
(Foto: Divulgação / Consulado dos EUA no Recife)


A violinista norte-americana Francesca Anderegg participa de um concerto gratuito com a Orquestra Criança Cidadã (OCC), no próximo domingo (29). A programação faz parte das comemorações do aniversário de 200 anos do Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife.

O concerto começa às 17h, no Teatro Luiz Mendonça, que fica no Teatro Luiz Mendonça, Zona Sul da capital. A entrada é franca e os ingressos serão distribuídos no dia do show, a partir das 15h, na bilheteria do teatro.

Junto com 45 adolescentes da Orquestra Criança Cidadã, em grupos de corda e percussão, Francesca Anderegg vai mostrar um repertório com peças clássicas e populares -- entre "Concerto Nº 5 para Violino", de Mozart; "Suíte para Cordas", de Rutter; "Mourão" e "Três Peças Nordestinas", ambas do maestro pernambucano Clóvis Pereira.

Formada pela Universidade de Harvard e pela Juillard School, uma das mais prestigiadas escolas de música do mundo, Francesca lançou seu álbum de estreia em 2012. O trabalho contou com a participação do pianista Brent Funderburk. Na visita ao Recife, ela vai trocar experiências com os integrantes da Orquestra Criança Cidadã, iniciativa que existe desde 2006, e atende a 227 crianças, com idades entre 7 e 23 anos, oriundas da comunidade do Coque.

Fonte: http://g1.globo.com/pernambuco/musica/noticia/2015/03/violinista-norte-americana-faz-show-com-orquestra-crianca-cidada.html

Super Heróis estarão no Parque Dona Lindu neste domingo (29)



Quem curte histórias em quadrinhos terá uma boa oportunidade de conferir de perto os Super Heróis. O aplicativo Gula Recife levará os mais conhecidos personagens para o Parque de Dona Lindu, neste domingo (29), para uma tarde de diversão. O passe é livre para tirar fotos com os seus preferidos. Para isso, basta apenas mostrar o app Gula Recife baixado no seu celular. A iniciativa é uma chance para a família curtir uma programação leve e deixar a criançada se divertir. A programação começa a partir das 15h.

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2015/03/28/interna_vidaurbana,568638/super-herois-estarao-no-parque-dona-lindu-neste-domingo-29.shtml