quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Festival Internacional de Dança do Recife chega à 20ª edição

img_alt
Companhia da Eslováquia e grupos nacionais e locais integram programação que vai de 17 a 25 de outubro. (Foto: José Luiz Pederneiras / Divulgação)

Chegou a hora do Recife se render à magia da dança. De 17 a 25 de outubro, a capital pernambucana sedia o 20º Festival Internacional de Dança do Recife, com realização da Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife. Para o público, o 20º FIDR vai representar uma agenda de nove dias com 24 apresentações, entre elas, a da Debris Company (Eslováquia), do Grupo Corpo (MG), a Quasar (GO) e a Compassos Cia. de Dança (PE).

A coletiva com os detalhes do festival foi realizada nesta terça-feira (06), no Teatro Hermilo Borba Filho, no bairro do Recife, e contou com a presença do presidente da FCCR, Diego Rocha, do gerente de Artes Cênicas Romildo Moreira, da gerente de Dança e coordenadora do FIDR, Mônica Lira, e de representantes da Secretaria de Cultura do Estado, Fundarpe e de integrantes do movimento de Dança do Recife.

O presidente da FCCR, Diego Rocha, destaca que para a cultura eventos como o FIDR são imprescindíveis e que há o compromisso para que eles aconteçam. “A Prefeitura entende que os festivais, além de serem uma excelente oportunidade para o público, são fundamentais para que os artistas da cidade possam se manter atuantes. Por isso, o uso do edital, para que todos possam participar e uma grade que privilegia as produções feitas aqui. O 20º FIDR será uma grande festa, de qualidade, com mais de trinta apresentações, durante nove dias”, afirmou.

A parceria entre os artistas, a sociedade civil e a PCR se mostrou o diferencial da realização do festival este ano, segundo a coordenadora Mônica Lira. “Estamos muito felizes com o resultado final do FIDR. Abrimos o canal de diálogo com a categoria que contribuiu para o formato do festival. Também ressalto a questão do edital, o que trouxe transparência à programação montada e que resultou numa seleção do que se faz de melhor hoje em termos de dança no Brasil e em nosso Estado”, destacou.

O festival - Ao todo participam 19 companhias representando vários estados do País, além de grupos locais. Os espetáculos serão apresentados nos teatros Santa Isabel, Apolo, Hermilo Borba Filho e Luiz Mendonça, e também na Praça do Arsenal da Marinha, no bairro do Recife, no projeto Dançando na Rua, dentro do Recife Antigo de Coração, no domingo (25).

Comemorando a 20ª edição o FIDR traz de volta ao Recife, depois de vários anos, o Grupo Corpo que celebra 40 anos de atividades e 35 obras em 2015, com o espetáculo Corpo 40 anos, composto pela “Suite Branca” e “Dança Sinfônica”. Quem vem pela primeira vez aos palcos do Recife é o grupo Mercearia de Ideias (SP). Já o Grupo Acaso (PE) estréia no festival o espetáculo Prece, sua mais nova criação.

Além disso, o Recife será a única cidade do Brasil a receber a Debris Company, da Eslováquia, com o espetáculo Soliloquy, um solo com expressão dramática baseado no último capítulo do romance Ulysses, do escritor irlandês James Joyce. A vinda da Debris Company é uma parceria entre a Prefeitura do Recife, a Prefeitura da cidade de Bradeslavsk e o Consulado da Eslováquia na capital pernambucana.

A dança produzida em Pernambuco estará bem representada por grupos como Cia. Etc, Compassos Cia. de Dança, Cia. Vias da Dança, Balé Popular do Recife e artistas independentes como Flávia Pinheiro, Daniela Santos, entre outros.

A programação contempla ainda as danças urbanas. Noutra parceria, desta vez com a Associação Metropolitana de Hip Hop de Pernambuco, acontece a Mostra de Danças Urbanas nos dias 23 e 24 de outubro, das 16h às 21h, no Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem. A atividade, que tem entrada franca, vai contar com dez competidores, incluindo um da Bahia, e pretende apresentar o que de melhor o estilo tem no Estado.

No domingo (25), o 20º FIDR vai para a rua celebrar a dança junto com o público que participa do projeto Dançando na Rua, dentro da programação do Recife Antigo de Coração, no Bairro do Recife. A partir das 16h, onze grupos passam pelo palco montado na Praça do Arsenal: Studio de Danças, Cia. Carolemos Dançarte, Balé Deveras (que comemora 35 anos), Cia. Malungo, Cia. Sopro de Zéfero, Obirim Mejeji, Cia. Pernambucana de Sapateado e Dança, Carvalho Cia. de Dança, Mostra de Danças Urbanas, Espaço e Grupo Endança, Cia. do Frevo do Recife (da Escola Municipal de Frevo Maestro Fernando Borges) e Cia. de Dança Fátima Freitas.

Formação - Antes da noite de abertura, a cidade já começa a respirar dança. De 13 a 17, no Centro Apolo-Hermilo, acontece a residência “Estratégias de Composição em Dança” com Vanilton Lakka, mineiro, professor da Universidade Federal da Bahia. Vinte e cinco bailarinos recifenses foram selecionados. Lakka também realiza o encontro teórico/prático “Conexões Entre Dança Contemporânea e Danças Urbanas” no Centro de Artes da UFPE Cidade Universitária, dia 15.

Numa parceria com o 20º FIDR, o Paço do Frevo realiza a oficina “O Movimento Autêntico”, com Soraia Jorge. A iniciativa vai atender a dois públicos: no dia 23, para quem já tem alguma prática, e no dia 24, para quem ainda não tem experiência. Informações sobre inscrições devem ser obtidas direto com o Paço do Frevo pelo telefone: 3355.9527.

Duas rodas de conversas também integram a programação 20º FIDR. A primeira, intitulada “Os Bastidores da Cena. O que possibilita o movimento da dança?”, será realizada no dia 19, com Adriana Gehres, Mônica Lira, Iris Macedo e Raimundo Branco e mediação do Movimento Dança Recife, no Teatro Arraial, na rua da Aurora. A segunda, no dia 20 de outubro, no mesmo local, terá como tema, “Onde se forma o corpo que dança?”, e vai contar com Luiz Roberto, Tainá Veríssimo e Diogo Lins, e mediação do Acervo RecorDança.

Confira a programação completa.

Serviço:
20º Festival Internacional de Dança do Recife
Quando: de 17 a 25 de outubro
Locais: Teatros Santa Isabel, Apolo, Hermilo Borba Filho, Luiz Mendonça e no projeto Dançando na Rua, dentro da programação do Recife Antigo de Coração, no bairro do Recife.
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) / R$ 5,00 (meia)
Informações: 3355.3137 (Gerência de Artes Cênicas do Recife)
www.facebook.com/festivaldancarecife
Fontehttp://www2.recife.pe.gov.br/noticias/06/10/2015/festival-internacional-de-danca-do-recife-chega-20a-edicao