sábado, 12 de outubro de 2013

Comédia L'Immédiat é destaque na estreia do Festival de Circo


O espetáculo francês L'Immédiat é uma paródia da condição humana
Foto: divulgação


Do NE10


O Recife vai virar de ponta-cabeça a partir desta sexta-feira (11) com a nona edição do Festival de Circo do Brasil. O mundo circense será mostrado através de espetáculos em teatros e na rua, exposição fotográfica, mostra de filmes e oficinas. Até o próximo dia 20, ruas, teatros e espaços públicos do Recife serão tomados pelas acrobacias, palhaçadas, mímicas, danças e pela destreza de artistas circenses de diversos estados do Brasil e de outros países. Além da programação infantil, o destaque da estreia é a comédia francesa L'Immédiat.

» Confira a programação completa do festival
» Grande Recife tem sábado recheado de programação para as crianças

Marcando a estreia da peça montada pelo artista francês Camille Boitel no Brasil, o espetáculo L'Immédiat é uma paródia da condição humana que levou dez anos para ser concluída. A montagem reúne em cena mais de duas toneladas de objetos, restos de computadores e outras (in)utilidades. Os amontoados despencam sem parar, junto às acrobacias dos artistas. Por uma hora, os espectadores se veem entrando no frenesi artístico e esteticamente envolvente.

Por uma hora, espectadores se veem entrando no frenesi artístico e esteticamente envolvente

As apresentações acontecem no Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, neste sábado (12), às 21h; domingo (13), às 20h; e uma sessão extra na segunda (14), às 21h.

A agenda do festival ainda contempla uma série de retratos criada pelo fotógrafo franco-italiano Eolo Perfido Clownville. As fotos mostram clowns não convencionais, com pessoas comuns vestidas de palhaços. A mostra poderá ser visitada de 11 a 13 de outubro, na Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu. Depois, estará aberta ao público no Museu Murillo La Greca, de 15 a 20 deste mês.

As imagens da exposição Clownville foram feitas pelo fotógrafo Eolo Perfido

A relação entre circo e esporte também será explorada este ano no festival. O vice-campeão mundial de parkour, o russo Alexander Bayturin, realizará interferências em uma estrutura montada no Parque Dona Lindu com praticantes recifenses da atividade.

Quase tudo é gratuito, com exceção das apresentações nos teatros, com preço máximo de R$ 20.