quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Ação solidária em prol das crianças das miseráveis Manari e Inajá

ONG arrecada, no Recife, brinquedos e alimentos não perecíveis para o Dia das Crianças


Por: Juliana Almeida, da Folha de Pernambuco
Crianças de ManariFoto: Cortesia

Um lugar onde o chão é de areia e as crianças nem sempre têm o que comer. Na zona rural de Manari e Inajá, a 400 e 396 km do Recife, respectivamente, a situação é de miséria. E, se essa realidade já é terrível, imagine em dias de celebração como Natal ou Dia das Crianças. Desde 2012, a ONG Ação Solidária no Sertão acompanha essa realidade de perto. Os voluntários passaram a ser da família que, a cada visita, doam cestas básicas e esperança. Pouco a pouco, a realidade tem mudado. Para o mês de outubro, em celebração ao Dia das Crianças, o grupo pretende voltar com presentes a mais. Além dos alimentos e um dia de entretenimento, eles esperam levar pelo menos um brinquedo para cada uma das 1.200 crianças das duas cidades. Para conseguirem o objetivo, querem contar com a solidariedade de muita gente.

A viagem já está marcada para os dias 22 e 23 de outubro, mas a campanha arrecadou apenas cerca de 30 brinquedos. “Todos os anos é dessa forma; no fim da campanha conseguimos, de algum jeito”, comenta, esperançosa, uma das idealizadoras da ONG Lau Gomes, 48.

A mobilização começou em família, no Natal de 2012, quando todos decidiram usar o dinheiro extra do 13º para comprar cestas básicas. Conseguiram 411 e viajaram por conta própria para o município mais pobre de Pernambuco: Manari. Foi assombro e paixão. “Quando chegamos ali pela primeira vez não vimos pobreza. Vimos miséria. Havia crianças tomando garapa porque não havia leite. Nós as adotamos, as vemos como família. Tomamos como compromisso de vida mudar a realidade deles”, conta Lau.

A ONG cresceu, mas não conta com o apoio de grandes patrocinadores. “Temos alguns amigos. Um deles é dono de uma casa de eventos infantis e vai conosco na viagem, de palhaço, alegrar as crianças”, explica a idealizadora, que há dois anos saiu do emprego para se dedicar exclusivamente ao projeto. “Desde aquele Natal, somos um bando de loucos querendo mudar a situação com o recurso que temos”, descreve.

Locais de arrecadação
O grupo conta com diversos pontos de arrecadação, mas há três principais. A casa de uma das voluntárias, na rua Francisco de Paula Machado, 44, no bairro do Cordeiro, no Recife, está disponível de segunda a sexta. Nesse mesmo período, o colégio Lubienska, na Torre, também recebe brinquedos.

Aos domingos pela manhã, uma equipe de voluntários marca presença do Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, onde diversos materiais podem ser entregues. Brinquedos e alimentos não perecíveis são o que o grupo mais precisa no momento. Quem tiver dúvidas pode ligar para os número (81) 3436.5245 e 9.9685.9692.


Fonte: http://www.folhape.com.br/noticias/noticias/cotidiano/2016/10/04/NWS,1232,70,449,NOTICIAS,2190-ACAO-SOLIDARIA-PROL-DAS-CRIANCAS-DAS-MISERAVEIS-MANARI-INAJA.aspx