quarta-feira, 6 de abril de 2016

Via Mangue ou Avenida Boa Viagem: qual é a mais rápida?

Publicado em 05/04/2016 , às 06 h58Amanda MirandaDo JC Trânsito

Foram testados os dois percursos  / Foto: Guga Matos/ JC Imagem
Foram testados os dois percursosFoto: Guga Matos/ JC Imagem
A dúvida sobre ir pela Via Mangue ou pela Avenida Boa Viagem é constante para quem sai de carro da Zona Sul para o Centro do Recife. Qual das duas é mais rápida e tranquila? O JC Trânsito e o blog De Olho no Trânsito fizeram o teste nessa segunda-feira (4). O tempo de percurso foi quase o mesmo, com vantagem de apenas cinco minutos para o corredor inaugurado há dois meses e meio. Veja no vídeo:


O Parque Dona Lindu foi o ponto de encontro das duas equipes, para acertar o horário e o percurso. A repórter Roberta Soares e o fotógrafo Guga Matos, do Jornal do Commercio, seguiram de lá para a Avenida Desembargador João Paes. Eram 8h30 quando eles saíram de lá para a redação, que fica em Santo Amaro, pela Via Mangue. O fotógrafo Bobby Fabisak e eu deixamos nesse momento o Dona Lindu pela beira-mar, um trajeto de 12,6 quilômetros. A equipe que foi pela Via Mangue chegou à Rua da Fundição, onde fica o JC, às 8h55; nós, às 9h.
A pista leste da Via Mangue, usada justamente por quem vai no sentido Zona Sul/Centro, foi inaugurada em janeiro, um ano e meio depois da abertura da pista oeste. Foram dez anos de obras, orçadas em quase R$ 500 milhões. Circulam diariamente por lá 53,4 mil veículos, de acordo com a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU). A última contagem na pista leste foi feita em fevereiro, quando passaram por dia 19,4 mil veículos.
Com o início da operação da Via Mangue, o fluxo diminuiu visivelmente na Avenida Boa Viagem e agora não há mais os congestionamentos que antes eram constantes. Conseguimos percorrer a avenida em dez minutos, pegando apenas um semáforo fechado, próximo ao Dona Lindu. Apenas quando carros param para estacionar ou entrar e sair dos prédios há interferências nas faixas da esquerda ou da direita.
Na prática, de acordo com números da CTTU, o volume diário de veículos caiu 34,5%. O número total passou de 37 mil veículos diariamente para 24 mil. A velocidade média, dessa forma, aumentou 62,5%, passando de 23 km/h para 37 km/h.
O problema para a nossa equipe começou ao chegar ao Pina. Os dois acessos à Avenida Antônio de Góes tinham retenções, o que fez com que o primeiro sinal tivesse que abrir duas vezes até que conseguíssemos passar por ele. O tráfego só volta ao normal após o Túnel Josué de Castro, o Túnel do Pina. Na via, o fluxo de veículos na última contagem feita pela CTTU, antes da inauguração da pista leste da Via Mangue, era de 70 mil por dia. O órgão afirma que fará um novo levantamento.
Foi justamente nesse ponto que Roberta e Guga enfrentaram retenção. Porém, em um trecho bem menor, já que a rede semafórica foi pensada para priorizar a Via Mangue. Só foi necessário o semáforo abrir uma vez para que eles chegassem à Antônio de Góes. O início do corredor também teve um pouco de lentidão no trânsito, o que já era esperado diante da grande quantidade de veículos.
CONSELHEIRO - A vantagem da Via Mangue na Avenida Conselheiro Aguiar, paralela à Avenida Boa Viagem e outra saída da Zona Sul, é para o transporte público. Foi a inauguração do corredor que possibilitou a implantação da Faixa Azul. De acordo com um levantamento da CTTU, no primeiro mês de operação houve um ganho de velocidade de 49% para os ônibus. Os coletivos saíram de 13 km/h para 19 km/h no horário de pico da manhã, entre as 6h e as 9h. Aproximadamente 145 mil passageiros usam as 39 linhas que passam por lá. 
A redução no fluxo de veículos na via foi de 20,2%, passando de 36,5 mil por dia para 29,1 mil. A velocidade média aumentou 60,8%, passando de 24km/h para 39km/h.

Fonte: http://noticias.ne10.uol.com.br/jc-transito/noticia/2016/04/05/via-mangue-ou-avenida-boa-viagem-qual-e-a-mais-rapida-607083.php